quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

GRANDES NOMES DO FISICULTURISMO: LEONARDO PALHETA MEDICI "ZEBÚ"









Na minha proposta de não deixarem ser esquecidos aqueles que foram fundamentais nos esportes de lutas no Brasil e no Fisiculturismo, enfim consegui achar e entrevistar um cara que marcou de forma significativa o mundo das competições de fisiculturismo dentro do Brasil.
Tive a oportunidade de malhar com ele na extinta academia Pump Iron em frente a Arco Verde do meu amigo Jayme no ano de 1.986 enquanto estava de férias no Rio e claro, treinando em meio aos melhores.
Lá conheci, assim como eu o garotão Leonardo Palheta, o Zebú, que já tinha um certo nome no meio pois apesar de muito novo tinha um volume muscular que já impressionava além de pernas poderosas, coisa que não era muito fácil de se encontrar na época.
Leonardo surgiu, sacudiu o mundo das competições no Brasil e sumiu da mídia.
Eu claro fiquei com ele sempre na cabeça ainda mais quando ele foi alcançando o sucesso nas páginasdasrevistas, nas competições ao ponto de ser muito elogiado por Lee Haney que veio ao Brasil na ocasião que Leonardo venceu peso e absoluto/overal arrancando elogios de Lee Haney (MR. Olympia na época) e preocupação entre os competidores tal a sua qualidade física associada a um volume grande muscular e a uma idade baixa, muito novo ainda na época.
Gustavo Ximú foi o primeiro a me dar notícias de Leonardo e se comprometeu a me levar na academia dele, porém Leonardo andou mudando e acabamos por não conseguir entrevista lo, ai então olhando umas fotos de outro grande amigo o Leandro Paiva descobri do relacionamento deles dois que fez a ponte e dai então pude conversar com Leonardo que foi de uma atenção e educação fora do comum.
Feliz da vida trago pra você um bate papo com a fera e fotos da sua época de competidor para vocês entenderem o que eu estou falando de fato.

Acompanhem abaixo;




1 - Quando começou sua relação com a musculação?

Aos 13 anos

2 - Quem eram seus exemplos no esporte?

A primeira influência  foi através do meu pai e referência que tive foi Larry Scott, Tom Platz, Arnold,  Frank Zane

3 - Qual foi a sua primeira competição no Fisiculturismo?

Primeira competição foi na categoria Junior no Canecão aos 20 anos Não me lembro o ano da competição rs

4 - Quais suas principais conquistas?

Campeão carioca jr vice Brasileiro jr , no ano seguinte vice campeão categoria acima de 90kg, campeão carioca e brasileiro 89 categoria  +90kg ,  campeão carioca e Brasileiro 91





5 - Lee Haney esteve no Brasil quando ele era o melhor do mundo e elogiou muito você, lembra disso?

Foi na época dessa conquista que conheci Lee Haney, mas tive que decidir o que fazer com o futuro da minha vida e carreira e decidi optar pela área empresarial de academia

6 - Quem treinava você?

Treinadores Américo de Niterói, depois Sergio Tucano do Rio e no final Wagner de São Paulo

7 - Hoje temos acesso a suplementação, máquinas, ginásios que em nossa época só viamos em revistas importadas como Flex, Muscle Fitness e no entanto nomes como o seu, Ricardo Cruz, Marcelo Pelaio, Wilson Santos, Adolfo Acosta seriam ainda hoje atletas de ponta. Comente sobre isso?

Tenho certeza que sim todos esses citados por você eram atletas extremamente empenhados e competentes e tenho certeza que seriam de expressão nacional e internacional e teriam uma performance melhor que da nossa época pois teria mos mais recurso técnicos e científicos




8 - Ainda cedo, muito novo você se afastou das competições, conte nos o por quê?

Me afastei por muita cobrança muita pressão por todos os lados, gasto muito alto sem incentivo e minha vida se resumia exclusivamente a treinamento


9 - Como vive hoje o Leonardo Palheta, o que faz, o que gosta como hooby, etc...

Hoje trabalho na área de trasporte de carga tenho uma empresa, corro, pedalo, malho e quando da pego onda.


10 - Deixe uma mensagem e faça seus agradecimentos




O que posso te dizer que tive como aprendizado pra minha vida que seja qualquer coisa que você se proponha a fazer com empenho força de vontade e amor não tem como não obter sucesso pois esse são quesitos fundamentais pra você se tornar um vencedor na vida e estar sempre antenado para tendencias de mercado e inovações.



Agradeço a todas as pessoas que tiveram participação direta e indiretamente na minha carreira como atleta e a minha família que sempre me apoiou nas minhas opções de vida ao Fabio Monteiro de Niterói grande amigo meu que sempre me ajudou nos treinamentos a Cristina ao Tucano, Wagner e agradeço aos amigos que permanecem ate hoje na minha vida que foram concretizadas nessa época de muita malhação um abraço a todos da área de fisiculturismo pois ao meu ver já são todos campeões .






                                                               Olivar Leite



Fotos: Arquivo pessoal de Leonardo Palheta.

Um comentário:

  1. Parabéns pela entrevista Olivar!! Lembro bem do Zebú, grande atleta.

    ResponderExcluir