quinta-feira, 30 de outubro de 2014

DIEGO MORAES: Ilha Sport Show, Jiujitsu, MMA e mais.

























Diego Moraes,

eu acompanho desde garoto.
Hoje ele recém completou 29 anos, já um homem, Diego tem levado o nome da Team Moraes pelos quatro cantos do mundo através da sua simplicidade, educação e Jiujitsu fino.
Garoto de família, trás de berço sua educação, com grandes exemplos do pai e do irmão, do qual sempre fui fã quando ele lutava Jiujitsu.
Diego está a frente de um projeto muito bacana que trás entre tantas novidades a volta do seu irmão Daniel aos tatames e uma luta casada que trás a boa e salutar rivalidade Jiujitsu versus Luta Livre.




Conversei com Dieguinho e ele me contou sobre o evento e claro falamos de Jiujitsu e MMA, confira abaixo:



1 - Dieguinho conta pra gente sobre esse evento que agrega muita coisa bacana e inclui a luta?


1-a ideia é chamar a atenção da população para a despoluição da baia de Guanabara, e nada melhor que um evento esportivo para isso, juntar praia, sol, esporte e meio ambiente, essa é a proposta para o Ilha Sport Show, que rola dia 1/11 na praia da Bica




2 - Lutas casadas como a de Sergio Jr versus o David promete reeditar clássico Luta Livre vs Jiujitsu, foi essa a intenção?

2- Na luta principal vamos ter meu irmão Daniel Moraes  5x campeão mundial enfrentando o atleta Jonathan Vale, lutador de mma e 20kg mais pesado e as feras do MMA Sergio Jr e David Vieira no co main event...todos os atletas são meus amigos pessoais, a ideia é dar um show para um publico variado e muitos ate que não conhecem muito sobre luta, não queremos nenhum tipo de rivalidade e sim mostrar a essência das artes marciais e passar um bom exemplo para as pessoas





3 - Acompanho sua carreira desde o início e de lá pra cá houve uma evolução muito grande do Diego professor. Foi um caminho natural ou você pensa ainda em competição?

3- Com certeza, tenho um carinho, admiração e respeito muito grande por você, um cara que me deu espaço quando estava começando e isso sem duvida é um grande incentivo no começo da carreira. Hoje meu foco é expandir o nome da Team Moraes Brasil a fora, seja com alunos, competidores ou atletas do UFC, estou focado no trabalho de empresário e professor, mas com certeza ainda quero brincar um pouco nas competições de Jiu Jitsu






4 - Você tem grandes nomes como atletas treinados por você, em meio a afirmações que o Jiujitsu clássico não serve mais para o MMA você trás um A. Pettis finalizando por baixo e se sagrando campeão. E ai ????

4 - Acho que só maluco fala que o Jiu Jitsu não funciona rs, todos os atletas de ponta do mma hoje treinam jiu jitsu e 90% tem brasileiros no seu corner, acho q isso é maior prova que todos respeitam e sabem da necessidade do Jiu Jitsu para o MMA. a realidade é quem não sabe JJ hoje em dia esta muito atrás e dificilmente terá uma carreira vitoriosa no MMA






5 - Faça seus agradecimentos e deixe seu recado:

5 - Gostaria de convocar a todos para dia 1/11 na praia da Bica a parti das  9:00 e agradecer a Cedae, Capemisa, Beme, Oversized, Rei do bacalhau e te peguei pelo apoio e meu amigo Olivar Leite pelo espaço




quarta-feira, 29 de outubro de 2014

GUILHERME VIANA: PARA SALGAR ATÉ 93 NO BELLATOR; GALERIA DE FOTOS.





Guilherme Viana,




é um dos integrantes do excelente trabalho que Pedro Rizzo desenvolvia quando esteve a frente da equipe de Manguinhos.
Vindo do sul, mais precisamente do Rio Grande do Sul, Guilherme trouxe em sua bagagem um bom chão no Jiujitsu e um Boxe muito alinhado, com golpes limpos e técnicos que desde a nossas primeiras conversas ele não se cansava de falar do seu querido e amado Mestre Fraga, do qual faz questão de contar histórias sempre rasgando elogios.
Desde que o conheci estreitamos a nossa relação e nos tornamos amigos, graças ao Glover que sempre rasgava elogios ao Guilherme e ao seu irmão Rafael, o Gaúcho que assim como Guilherme, acabou sendo mais um amigo que a luta me deu.
Mês passado quando estive no Rio Pedro Rizzo me chamou de canto e já foi logo dizendo: ó vou te contar uma coisa mais não pode colocar no blog, o Gui assinou com o Bellator ! "
Hoje, aniversário do Glover, Guilherme foi quem deu o presente para todos nós revelando em redes sociais.
Acompanhe o depoimento abaixo;




" Contrato assinado com o Bellator, agora é oficial, sou lutador de um dos maiores eventos do mundo. Provavelmente eu faça minha estreia no primeiro evento do ano que vem, que deve rolar em janeiro. Assim que confirmarem divulgo para todos.
Vivo esse momento de alegria graças a três pessoas mais do que especiais na minha vida, sem elas com certeza nada disso seria possível, minha mãe Neli Herter Viana, meu irmão Rafael Herter Viana e meu Professor Fraga. Essa conquista é muito mais deles do que minha. Serei grato eternamente à Deus por me dar a benção de poder contar com essas e outras tantas pessoas iluminadas.

Muito obrigado a todos que direta ou indiretamente contribuem com o meu objetivo. Farei o possível e se precisar o impossível pra retribuir a confiança de todos com grandes vitórias."




Quando estive no Rio fui até a RIZZO MMA e na sala da Eco Fitness  fiz uma galeria de fotos da musculação do Guilherme e do seu parceiro de treino Raphael Correa que no meu entendimento ja já ta assinando também com um grande evento, casca grossa da pesada e você confere a galeria de fotos abaixo:














Texto e fotos: Olivar Leite.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Campeão do TUF Brasil 3, Cara de Sapato encara Patrick Cummins.










Brasileiro, que só tinha lutado pela organização na final do The Ultimate Fighter Brasil contra Vitor Miranda, agora encara Patrick Cummins, pelos meio-pesados
Antônio Carlos Júnior, o Cara de Sapato, fará sua primeira luta pelo UFC depois do título da terceira temporada do The Ultimate Fighter Brasil ainda em 2014. O paraibano terá pela frente o norte-americano Patrick Cummins, no UFC Fight Night 58, em Barueri, na Grande São Paulo, no dia 20 de dezembro, em confronto válido pela categoria dos meio-pesados (até 93,3kg). Campeão do TUF na categoria peso-pesado (até 120,6kg) em maio deste ano já treinando pela Nova União, ele passa a ser o centro das atenções juntamente a Renan Barão, que luta no mesmo dia, depois da manutenção do título dos penas por José Aldo, no último sábado, dia 25 de outubro.

Para o lutador, a escolha da organização não poderia ser melhor. Cara de Sapato acredita que uma vitória sobre Cummins, conhecido pelo seu jeito falastrão de ser, com um cartel de seis vitórias e uma derrota, sendo três lutas no UFC, pode ajudá-lo a aumentar sua projeção dentro da franquia. Com apenas 24 anos, o campeão mundial de jiu-jiitsu peso e absoluto na faixa marrom, e pan-americano na faixa preta, é considerado um dos mais promissores atletas contratados recentemente.

"Sei que existe muita confiança de todos em cima de mim e que tenho que corresponder. A escolha do UFC pelo Cummins foi excelente. É um cara forte, do wrestling e com nome forte entre os lutadores. Então, se quero ganhar mais moral, essa luta é de fundamental importância. Estou preparado e ansioso já. Estou desde de maio aguardando e finalmente saiu o anúncio. Vou para dentro e mostrar meu talento", avalia Antônio Carlos, que soma quatro lutas profissionalmente no MMA, com quatro vitórias, além dos dois combates na casa e um na seletiva do TUF, todos vitoriosos.

Decisão por lutar entre os meio-pesados

Assim que venceu o TUF Brasil 3, Cara de Sapato precisou decidir em qual categoria se encaixaria melhor na organização. No programa, por exemplo, o atleta da Nova União lutou com cerca de 95kg, entre os pesados, algo inviável dentro do octógono. Ao término, pensou em baixar para aproximadamente 83kg e atuar entre os médios. No fim, optou pelos meio-pesados.

"Foi difícil decidir. Na casa do TUF, era o mais leve entre todos os lutadores e isso poderia me prejudicar, já que a categoria dos pesados é a que mais abrange as diferenças de peso. Quando venci, ia optar para ficar nos médios, que é onde me sinto bem, principalmente porque sou do jiu-jitsu e é o peso que disputava a maioria das competições", conta, revelando o motivo por escolher o peso acima: "Para o MMA acredito que 83kg me deixaria mais fraco que o costume, até pela situação da perda de peso. Escolhi, junto com meus preparadores e treinadores, que lutaria nos meio-pesados. Vamos ver como vou me comportar e no futuro decidimos se continuo nela ou baixamos a categoria".

Amigo pessoal e principal parceiro de treinos do ex-campeão dos pesos-pesados Junior Cigano, que também faz boa parte de seus treinos na Nova União, Cara de Sapato sonhava em estar no mesmo card do catarinense, que será dia 13 de dezembro, nos Estados Unidos. Apesar de não ter conseguido isso, vê pontos positivos por lutar uma semana depois.


"Queria estar no card do meu parceiro Cigano, mas infelizmente não deu. Mesmo assim, estou feliz com a escolha da organização. É bom que consigo assistir a luta dele e depois ele assiste a minha, como torcedores (risos). Tenho certeza que vamos sair vitoriosos", conclui.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Yan Cabral estreia nos leves já sonha com luta contra McGregor











Atleta da Nova União finalizou no UFC 179, se coloca à disposição para voltar logo ao octógono e projeta luta contra irlandês tanto entre os penas como nos leves
A estreia de Yan Cabral na categoria peso-leve (até 70,8kg) não poderia ser melhor. Diante da torcida do Maracanãzinho, no UFC 179, no Rio de Janeiro, o atleta da Nova União finalizou o japonês Naoyuki Kotani com um mata-leão aos 3min06seg do segundo round. O triunfo foi o 12º da carreira de Cabral, o 11º por finalização, e o segundo no octógono. Bem fisicamente e sem lesões, ele se coloca à disposição para entrar em ação novamente, e sonha com um combate contra o polêmico Conor McGregor, tanto entre os penas (até 66,2kg) quanto entre os leves.

"Cheguei agora na categoria até 70kg e meu objetivo é treinar, melhorar e lutar contra os melhores. Pouco a pouco, vou chegar às cabeças. Tem um cara que quero enfrentar, que vem falando muito, inclusive sobre o José Aldo, e acho que é um ‘Zé mané’, que é o McGregor. Ele luta até 66kg, mas já pensou em se aventurar até 70kg, e eu também já pensei em descer de categoria. Um dia, quero dar umas porradas nele", disparou ao falar com a imprensa após a luta.

Como essa luta ainda é uma possibilidade muito distante, Yan Cabral torce para que o UFC escolha alguém da Nova União para enfrentar Conor McGregor. "Lá na academia tem uns dez lutadores de 66kg que poderiam bater nele. Até ele chegar no Aldo, tem muita gente para bater nele. Caras como o Hacran Dias que, se pegá-lo, mata", afirma.

Um dos principais especialistas em jiu-jitsu do UFC, Yan Cabral recorreu à arte-suave para alcançar sua segunda vitória em três lutas no UFC. Após derrubar Kotani, pegou as costas do adversário e aplicou um justo mata-leão. Seu objetivo agora é treinar ainda mais o boxe e mostrar o quanto antes no octógono sua evolução.


"Venho treinando muito boxe com o Alex Cardoso. Tentei achar a distância no primeiro round, não consegui soltar o jogo, mas isso é normal e aos poucos vou me soltando mais e melhorando. Se o UFC me arrumar uma luta para o mês que vem, ou para o UFC em Barueri (dia 20 de dezembro), (aceito) na hora. Não tive lesão, estou bem fisicamente e pronto para treinar", conclui.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

TUF: EM BUSCA DE UM SONHO !!!







Handerson Martins 
























e Taigro Urso





















serão nossos representantes no TUF Brasil e já estão de malas prontas, pois as passagens eles já arrumaram numa correria feita pelos própios lutadores.
Urso embarca essa madrugada e Handerson embarca de sábado para domingo e ai vem o meu pedido aos leitores do blog;

Esses dois guerreiros estão indo só com a passagem, sem uma ajuda para a alimentação e hospedagem, portanto eu peço a quem puder ajudar com qualquer quantia a esses garotos do bem, que trilham um sonho recheado de espinhos pelo caminho, conseguirem pelo menos lutarem em pé de igualdade com os outros participantes.
Podem me procurar através do email: olivarmma@yahoo.com.br qualquer quantia ajuda numa alimentação, transporte para o local dos testes, para a alimentação.

De já agradeço a ajuda de vocês.




Em tempo:

Fabrico Bill e Thiago Neggão atletas do Pará que lutaram na ultima edição do Spartan também estarão tentando uma vaga na casa e a nossa torcida é grande por eles também!!!





Força e honra !!!!!




                                                                    Olivar Leite.